Chegou a hora de honrar seus sonhos!

Chegou a hora de honrar seus sonhos!

By 4 de janeiro de 2016 Combustível One Comment

 – Por Rodrigo Borges –

Você já ouviu falar que o sonho é a coisa mais real que existe?

Quando falamos de projetos, negócios, viagens, enfim, iniciativas que vão desde pintar um quadro, a construir o Coliseu em Roma, tudo se originou de um sonho. Pois é, de fato sabemos que tudo que é visível e podemos tocar, nasceu do invisível, da criação, das ideias e principalmente da vontade de um sonhador, o tempo só fez o papel de revelar em objetos, empresas, parques, obra de arte e tudo mais. Ou seja:

Sonho + Tempo = Realidade

Muito se fala das variáveis realidade versus tempo, deixando de lado o coeficiente mais importante, o sonho. Então faço questão de reativá-lo para tornar os novos ciclos potencialmente transformadores!

“Todos os homens sonham, todos tem o poder de criar o próprio mundo, mas somente poucos são conscientes e sabem que o sonho é potente e tem a força de enriquecer cada coisa em torno de si, ou de alimentar o pesadelo do mundo…”

Stefano Elio D’anna

De quanto em quanto tempo você honra seus sonhos?

Pois é, confesso que faltaram ensinamentos e ferramentas para desenvolver a nossa arte de sonhar acordado, de usar o sonho como aliado e fazer com que o sonho seja a etapa mais importante de um projeto, mas felizmente descobri algumas técnicas que vou compartilhar nos próximos conteúdos.

De fato a força de um sonho é poderosa e os seres humanos que nutrem o sonho, não tem dúvidas do caminho e quando sentem incertezas e medo, se concentram no seu sonho, se renovam, sentem o entusiasmo (palavra que significa Deus dentro), e retomam a sensação de liberdade e confiança do caminho que escolheu.

Tá mais por onde começo?

Pergunta simples, resposta simples: Ter vontade e começar!

“A vontade, não pode ser encontrada no mundo, mas somente dentro de você….mas esta sepulta. É preciso desenterrá-la!”

Normalmente buscamos respostas prontas em textos, filmes, livros ou pessoas, acho válido e também uso esses caminhos, mas o que mais fez sentido pra mim foi a auto-observação e o trabalho interno que de fato vem me transformando e tem sido tão grandioso e desafiador, especificamente em relação ao sonho, tenho conseguido reativá-lo e contar como um importante aliado no dia a dia, algo que me faz seguir vibrando a cada passo e a cada decisão.

“Somente o sonho pode torná-lo livre, eliminar em você todos os limites. Somente o sonho pode transformar a pobreza em prosperidade, a dificuldade em inteligência, o medo em amor. Ser tocado pelo sonho significa receber a dádiva de uma grande aventura pessoal, significa encontrar-se frente a frente com a própria unicidade.”

Receba nosso conteúdo por email!

A diferença entre sonhar e programar.

Normalmente programamos nossos projetos sem antes sonhar e o que acontece é que:

  • Tudo fica mecânico, sem essência e vibração;
  • Quando se traça os objetivos e diariamente pensa neles, bate uma ansiedade de alcançar;
  • O medo e a dúvida vai corroendo as relações e as intenções

O resultado é a perda de tempo e uma realidade cansada e pesada!

“As pessoas trabalham, planejam e acumulam com uma força e uma energia que você poderia chamar de tenacidade, mas é so medo…”

Medo de perder o status, os bens materiais, o relacionamento perfeito ou qualquer situação que se sustente por uma falsa segurança, pois o ser tem medo de qualquer mudança que possa levar ao abandono da trilha confortável e mortal da repetição!

Enfim, meu chamado é para assumir a responsabilidade de sonhar um novo sonho, um sonho verdadeiro que contemple fielmente à sua vontade, livre de qualquer condição externa, pois quanto mais responsável interiormente, menos você depende da descrição do mundo.

Que você siga com sabedoria e leveza, grande abraço!

Leia também: Somos produtos do nosso meio? e Nós temos sensores elétricos!

Author Rodrigo Borges

Ócio Criador do Folga na Direção. Criativo por natureza, músico por vocação, ator por educação e empreendedor por diversas razões. Formado em Marketing e Agronegócio.

More posts by Rodrigo Borges

Join the discussion One Comment

  • Caro Rodrigo,
    Agora sim és meu meu amigo de verdade. Não apenas leu A Escola dos Deuses, do Stefano D’Anna, como está citando ele em um belíssimo artigo.
    Saudade de vocês. Que nos encontremos em breve!
    Grato pela inspiração e lembrança de honrarmos os sonhos!
    Ahô

Gostou? Então deixe aqui seu comentário!