Clube Orgânico: Trocando felicidade!

Clube Orgânico: Trocando felicidade!

By 13 de maio de 2015 Combustível No Comments

Clube Organico

Tem empresas que provam como ideias simples podem se materializar e rapidamente se tornarem ferramentas pra mudar a vida das pessoas. O Clube Orgânico é o que acontece quando pessoas inteligentes decidem usar sua força para trabalhar com propósito. Eduardo Boorhem e Victor Piranda são dois publicitários cariocas de 20 e muitos anos, colegas de faculdade. Ambos trabalharam no mercado de comunicação, Victor em agências de publicidade, e Eduardo em televisão e com produção musical.

No início de 2014, os dois encontravam-se insatisfeitos com seu ritmo de trabalho e buscando mais qualidade de vida e alternativas para ter mais saúde. Uma das coisas que incomodava era a dificuldade em conseguir alimentos orgânicos, que eram caros, ou pouco acessíveis, ou baratos e acessíveis, mas com pouca diversidade. Pesquisando mais sobre o assunto, encontraram vários projetos muito interessantes ao redor do mundo como o My Farm.com, que divide hortas pessoais por família, onde seriam produzidos os alimentos, e daí surgiu a ideia: começar uma startup que trabalhe com alimentos orgânicos.

clubeorganico2

Não demoraram pra perceber que estavam fazendo um trabalho lindo: ficaram em segundo lugar no programa Shell Iniciativa Jovem, entre 1700 startups, sendo que 2 projetos premiados, no momento de entrada no programa eram o único projeto que ainda estava no papel. Esse feedback positivo foi um impulso para continuar se dedicando ao projeto integralmente: nos meses de agosto e setembro fizeram uma viagem por todo o Cinturão Verde do Rio e encontraram o seu primeiro parceiro.

No início, cada cliente tinha um “lote” na fazenda do fornecedor, onde poderia escolher o que seria cultivado para receber em casa. Mas o modelo não funcionou muito bem.

“As pessoas gostavam de receber os orgânicos, mas não iam ao local do parceiro, então não fazia diferença a opção de escolher os alimentos e a gente acabava perdendo tempo. A gente viu que precisava de um modelo mais prático”, diz Victor.

Atravé sda indicação de uma amigo, Victor descobriu o modelo CSA (Consumidores que Sustentam Agricultura ) e fez um curso de formação em Botucatu. O modelo é muito popular no Japão, onde você se associa a produtores rurais e recebe os alimentos produzidos por eles. O modelo, que não existia no Rio de Janeiro, era a “porta” do Clube Orgânico.

clubeorganico

O salto do planejamento até a realização do Clube é de se admirar: em Novembro começaram a elaborar o modelo novo e encontraram o produtor David Sorrentino, administrador de um sítio em Nova Friburgo, em Janeiro, começaram a primeira produção no sítio novo e em Abril já estavam começando as entregas. “O David coube perfeitamente no nosso modelo, ele é uma das “estrelas” do Clube Orgânico”, diz Victor. “Além dele, agente não teria conseguido fazer nada se não fosse a ajuda que tivemos de todas as pessoas que acreditaram no Clube, tanto com apoio moral quanto financeiro, mesmo. Em setembro, a gente não tinha dinheiro pra investir em nada, mas 8 pessoas toparam investir juntas 3 mil reais por mês durante 6 meses. Felizmente, a gente prosperou e conseguiu produzir com sucesso depois.”. Através dos cadastros no site e nas feiras orgânicas, conseguiram fechar 120 cestas (cotas). Só pra ter uma noção, 120 cestas são 1800 itens orgânicos, aproximadamente 1 tonelada de comida por semana!
Em tão pouco tempo, o Clube já realizou, com sucesso, suas primeiras entregas a domicílio, além de disponibilizar locais de retirada para clientes na Arca Urbana, em Botafogo, e na loja Mutações, no Humaitá. “O feedback tem sido muito positivo, com poucas críticas e muitas sugestões. Mesmo com atrasos, as pessoas tem sido muito legais.”, diz Edu. O Clube tornou-se parte do coworking Arca Urbana, fez parcerias com Chefs e empresas de alimentos como o Saladorama, Cozinhando com Sotaque, eventos no Gaia Café.

10802050_10204337700716890_3314948960191515221_n
O Clube Orgânico quer crescer cada vez mais, e está trazendo mais inovação pra sua estrutura, mais tecnologia e organização na sua página, e consequentemente mais cadastros, entregas e pessoas se alimentando com saúde e alimentos locais. Vamos finalizar com a frase mais bonita dessa entrevista, dita pelo Edu: “Clube Orgânico troca felicidade. Nutrição, vida. Isso tudo se reflete no seu alimento. E nas pessoas. É um grande aprendizado em novas relações.”.

IMG_1412

Que tal conhecer esse projeto melhor? Visite o Clube Orgânico, saiba os detalhes e venha você também se associar para apoiar e sustentar a agricultura local!

Leia também: Atravesse seu deserto e Medita-ação

 

Author Albano Moura

Jornalista do mundo e produtor audiovisual em busca de novos lugares, pessoas e ideias. Soteropolitano (logo percussionista), apaixonado pela natureza e pelo conhecimento.

More posts by Albano Moura

Gostou? Então deixe aqui seu comentário!