“Vai ver se eu tô na rotina…”

By 22 de novembro de 2013 Combustível No Comments

Algo que me incomoda é a tal rotina, não importa onde você mora, o que faz ou quanto dinheiro tem, se sua vida é uma sucessão de repetições, uma hora vai cansar e desanimar.
Para não cair neste vício faço ciclos que normalmente duram no máximo 20 dias e naturalmente algo no meu cronograma muda, seja um hábito simples como acordar ou dormir mais cedo, inverter o horário de esporte para antes ou depois do trabalho, mudança de livros, filmes ou documentários ou alterar a atividade prazerosa do momento, no meu caso sempre vem acompanhado com a trilha sonora para embalar as escolhas dos próximos dias.
Para ter sucesso na rotina ou na anti-rotina uso uma agenda para organizar os compromissos, não ter rotina, não significa bagunça, pelo contrário, requer dedicação e organização, pois o mundo tem um relógio “biológico” para trabalhar e ganhar dinheiro e você precisa dele para seguir.

O final de semana é a grande chave para mudar este contexto, como você está livre de compromissos de negócio, entra a possibilidade do ócio e isso é maravilhoso, mudança de ar e atmosfera fazem bem para o seu dia a dia, coloque como objetivo descobrir novos destinos de viagens, locais de entretenimento ou atividades físicas. Como hoje é sexta feira, escolhi um texto escrito por Airton Luiz Mendonça (Artigo do jornal O Estado de São Paulo), enviado pela Priscilla Davi, leitora do Folga na Direção e propôe a reflexão:

A Rotina
A rotina é essencial para a vida e otimiza muita coisa, mas a maioria das pessoas ama tanto a rotina que, ao longo da vida, seu diário acaba sendo um livro de um só capítulo, repetido todos os anos.
Felizmente há um antídoto para a aceleração do tempo: M & M (Mude e Marque).
Mude, fazendo algo diferente e marque, fazendo um ritual, uma festa ou registros com fotos.
Mude de paisagem, tire férias com a família (sugiro que você tire férias sempre e, preferencialmente, para um lugar quente, um ano, e frio no seguinte) e marque com fotos, cartões postais e cartas.
Tenha filhos (eles destroem a rotina) e sempre faça festas de aniversário para eles, e para você (marcando o evento e diferenciando o dia).
Use e abuse dos rituais para tornar momentos especiais diferentes de momentos usuais.
Faça festas de noivado, casamento, 15 anos, bodas disso ou daquilo, bota-foras, participe do aniversário de formatura de sua turma, visite parentes distantes, entre na universidade com 60 anos, troque a cor do cabelo, deixe a barba, tire a barba, compre enfeites diferentes no Natal, vá a shows, cozinhe uma receita nova, tirada de um livro novo.
Escolha roupas diferentes, não pinte a casa da mesma cor, faça diferente.
Beije diferente sua paixão e viva com ela momentos diferentes.
Vá a mercados diferentes, leia livros diferentes, busque experiências diferentes.
Seja diferente.
Se você tiver dinheiro, especialmente se já estiver aposentado, vá com seu marido, esposa ou amigos para outras cidades ou países, veja outras culturas, visite museus estranhos, deguste pratos esquisitos.. . em outras palavras… V-I-V-A. !!!
Porque se você viver intensamente as diferenças, o tempo vai parecer mais longo.
E se tiver a sorte de estar casado(a) com alguém disposto(a) a viver e buscar coisas diferentes, seu livro será muito mais longo, muito mais interessante e muito mais v-i-v-o… do que a maioria dos livros da vida que existem por aí.
Cerque-se de amigos.
Amigos com gostos diferentes, vindos de lugares diferentes, com religiões diferentes e que gostam de comidas diferentes.
Enfim, acho que você já entendeu o recado, não é?
Boa sorte em suas experiências para expandir seu tempo, com qualidade, emoção, e vida.
E S CR EVA em tAmaNhos diFeRenTes e em CorES di fE rEn tEs !
CRIE, RECORTE, PINTE, RASGUE, MOLHE, DOBRE, PICOTE, INVENTE, REINVENTE…
V I V A !!!

Dá uma olhada se o livro da sua vida não é daqueles com a capa dura com uma imagem linda e título maravilhoso mas o conteúdo contem só o mesmo capítulo.
Um ótimo final de semana

Author Rodrigo Borges

Ócio Criador do Folga na Direção. Criativo por natureza, músico por vocação, ator por educação e empreendedor por diversas razões. Formado em Marketing e Agronegócio.

More posts by Rodrigo Borges

Gostou? Então deixe aqui seu comentário!